×

Erro

[SIGPLUS_EXCEPTION_SOURCE] Image source is expected to be a full URL or a path relative to the image base folder specified in the back-end but 2014/LUSOMOTORES/Automoveis/Opel/Adam-1_0Turbo is neither a URL nor a relative path to an existing file or folder.

Opel Adam ganha nova almaA Opel decidiu apostar num “relançamento” do Adam com a introdução do motor 1.0 Turbo da nova geração de blocos do construtor germânico, que está, desde já, disponível no mercado português na opção de 115 cavalos de potência. O LusoMotores teve a oportunidade de testar esta nova motorização a gasolina do citadino alemão e não tem dúvidas de que o Adam ganhou realmente uma nova alma.

Na passada sexta-feira, a Opel deu a conhecer à comunicação social nacional o Adam equipado com o novo motor 1.0 Turbo no futuro Museu dos Coches, em Lisboa, tendo João Falcão Neves, director-geral da marca, apresentado detalhadamente este novo bloco e destacado as suas qualidades, nomeadamente em termos de eficiência, dinâmica e menor ruído e vibração.

Segundo o responsável da Opel em Portugal, o novo Adam 1.0 Turbo é “um carro muito especial”, que oferece prazer de condução tanto em cenário urbano como num percurso de estrada aberta, como o próprio referiu ter confirmado, dias antes da conferência de imprensa.

Sublinhando que o fabricante alemão pretende explorar todo o potencial do segmento A e mostrar a sua originalidade e constante melhoria, João Falcão Neves deixou patente o seu optimismo quanto à recepção do Adam 1.0 Turbo no mercado, acreditando que permitirá um verdadeiro “relançamento” do modelo, que foi lançado em solo luso em Abril de 2013, depois da sua estreia mundial ter acontecido na edição de 2012 do Salão Automóvel de Paris, em Setembro do respectivo ano.

Opel Adam ganha nova alma

Novo motor 1.0 Turbo e nova caixa de velocidades

Numa altura em que a Opel está em plena fase de renovação da gama de motores, tendo prevista a apresentação de 17 novas motorizações, entre 2014 e 2017, com o objectivo de substituir mais de 80% da actual linha de propulsores, um dos destaques é precisamente o 1.0 Turbo Ecotec com injecção directa de gasolina, bloco de três cilindros que passa a equipar o Adam e a sua variante “minicrossover” Adam Rocks, que está igualmente de chegada ao mercado, participando no “relançamento” do modelo. Esta motorização conta ainda com uma nova caixa manual de seis velocidades.

De acordo com o construtor alemão, o novo motor 1.0 Turbo, cujo baixo peso (106 quilos) se deve à construção em alumínio, e a nova transmissão formam uma unidade motriz ultramoderna capaz de garantir níveis exemplares de consumos e emissões de C02, ao mesmo tempo que oferece elevadas performances e um funcionamento extremamente suave, com baixos níveis de ruído e vibrações.

Opel Adam ganha nova alma

Com a ambição de trazer competitividade à gama, esta motorização, que no mercado luso estará apenas disponível na opção de 115 cavalos de potência, regista, segundo o fabricante, consumos de combustível médios em ciclo misto de 4,9l/100km e emissões de CO2 de 114g/km, cumprindo a norma de emissões Euro 6. É importante referir que para estes valores contribui o sistema Start/Stop de série.

Em termos de performances, o novo Adam 1.0 Turbo garante uma melhoria substancial, permitindo acelerar de zero a 100km/h em 9,9 segundos e atingir a velocidade máxima de 196km/h. O binário máximo de 170Nm, obtido logo às 1800rpm, que se mantém constante até às 4500 rpm, contribui também para as boas recuperações, podendo o Adam acelerar de 80 a 120km/h em quinta velocidade (uma medição importante que traduz a capacidade de ultrapassagem) em 10,9 segundos.

Associada ao novo motor 1.0 com turbocompressor e injecção directa, a nova caixa manual de seis velocidades destaca-se pela eficiência e pela qualidade do engrenamento. Com menos de 40 quilos, a M1X assume-se como uma das caixas mais leves na indústria e destaca-se simultaneamente pela robustez, tendo sido configurada para suportar valores de binário de 220Nm.

Opel Adam ganha nova alma

Prazer de condução garantido

Apresentado o novo motor, o LusoMotores teve a oportunidade de se sentar ao volante de uma unidade do Opel Adam 1.0 Turbo e efectuar, durante alguns dias, o teste dinâmico a esta motorização, de forma a poder confirmar os atributos promovidos pela marca.

Apesar de em termos de design o Adam já dispensar apresentações, as inúmeras opções de personalização exterior (mais de 60 mil combinações) e interior (cerca de 82 mil) permitem sempre tornar este modelo mais exclusivo e adequado à personalidade de cada condutor, e a irreverente e apelativa decoração da unidade testada não foi excepção, tendo captado as atenções de grande parte das pessoas com quem se cruzou.

No entanto, o melhor do Adam 1.0 Turbo revela-se a cada metro percorrido, a cada curva transposta e a cada manobra mais apertada realizada. O prazer de condução é mesmo uma realidade com esta motorização do citadino germânico e está garantido não só em trajectos curtos e cenários urbanos mas também em viagens longas e em traçados de estrada aberta.

Opel Adam ganha nova alma

A combinação do novo bloco e da nova caixa de velocidades oferece uma resposta rápida, desde o arranque, às consecutivas solicitações do condutor, mesmo no que diz respeito às recuperações entre mudanças, o que contribui para uma condução extremamente agradável e dá garantias de não deixar o automobilista mal em nenhuma situação, seja numa subida ingreme ou numa ultrapassagem a velocidade elevada. Aqueles que, por algum motivo, tenham preconceitos em relação a conduzir um automóvel com 999cc de cilindrada rapidamente vão esquecer essa característica e começar a desfrutar da grande dinâmica oferecida, percebendo a nova alma incutida ao modelo por este motor.

A estas positivas prestações junta-se ainda a enorme agilidade deste veículo, com 3,698 metros e 1,720 metros de largura, que, com uma direcção assistida extremamente leve e directa - com função City comandada por tecla -, permite efectuar qualquer manobra com facilidade e rapidez.

Em suma, conduzir o novo Opel Adam 1.0 Turbo de 115 cavalos é um prazer e pode até tornar-se um vício, pois aqueles condutores que gostem de adoptar uma postura mais desportiva (mas de preferência segura) na estrada encontram neste carro vários argumentos para querer conduzir mais e mais quilómetros, superando os habituais desafios do dia-a-dia ou criando mesmo novas metas apenas por divertimento.

Opel Adam ganha nova alma

Claro que, como é do conhecimento geral, o tipo de condução tem influência directa no consumo do combustível e quem tiver o “pé mais pesado” no acelerador ou uma condução mais irregular verá também as médias de consumo subirem e afastarem-se dos valores médios anunciados pela marca. De qualquer forma, quem quiser adoptar uma postura mais tranquila ao volante tem nesta motorização uma boa escolha quer ao nível da economia, onde o sistema Star/Stop dá um contributo importante, quer em termos de baixo ruído e vibrações.

Obviamente que para esta avaliação tão positiva contribuem também argumentos já conhecidos deste modelo, como o elevado conforto do habitáculo e as diversas tecnologias de assistência ao condutor, segurança, comunicação, informação e entretenimento, que podem ainda ser reforçadas com elementos da diversificada lista de equipamento opcional.

Embora possa parecer um citadino compacto mais indicado para um público jovem, o Opel Adam 1.0 Turbo tem argumentos para conquistar condutores de todas as idades. Naturalmente, não se assume como a escolha mais indicada para famílias, pois, além de ter apenas três portas e quatro lugares, não dispõe de muito espaço nos lugares traseiros e conta com uma bagageira relativamente pequena (170 litros), que só o rebatimento dos bancos pode compensar.

Opel Adam ganha nova alma

Disponível desde 15.895 euros

No que diz respeito aos preços, o novo Opel Adam 1.0 Turbo está disponível no mercado português por valores desde 15.895 euros, em três “ambientes” diferentes, que não são hierarquizados por nível de equipamento: Jam (prático e jovial), Glam (elegante) e Slam (dinâmico).

O valor mais baixo desta motorização diz respeito ao Opel Adam 1.0 Turbo Jam, enquanto o Adam 1.0 Turbo Glam é proposto por 16.745 euros e a versão 1.0 Turbo Slam (a testada pelo LusoMotores) é comercializada por 16.845 euros.

Recorde-se que a gama deste concorrente directo do Fiat 500, que rivaliza também com modelos como Mini, Citroen DS3 e Audi A1, conta ainda com as opções equipadas com o motor 1.2 de 70 cavalos a gasolina (com consumos 4,9l/100km e emissões de 115g/km de CO2), estando a Jam à venda por 14.495 euros e a Glam por 15.345 euros.

Texto e fotos: Sérgio Mendonça

{gallery}2014/LUSOMOTORES/Automoveis/Opel/Adam-1_0Turbo{/gallery}

Preços da gama Adam (3 portas)

Versão Potência Consumo médio misto Emissões de CO2 Preço
Adam 1.2 Jam 70 cavalos 4,9l/100 115g/km 14.495 euros
Adam 1.2 Glam 70 cavalos 4,9l/100 115g/km 15.345 euros
Adam 1.0 Turbo Jam 115 cavalos 4,9l/100 114g/km 15.895 euros
Adam 1.0 Turbo Glam 115 cavalos 4,9l/100 114g/km 16.745 euros
Adam 1.0 Turbo Slam 115 cavalos 4,9l/100 114g/km 16.845 euros
Pin It