VolvoXC70D4-01Quando avançámos para o ensaio da dinâmico da Volvo XC70 D4 FWD, Aira de Mello, da Volvo Portugal, começou por fazer as apresentações: “Ora aqui está a Ofélia!” À nossa frente surgia uma carrinha com um design sedutor, bem ao jeito de uma mulher atraente, decidida a determinar o seu caminho e a marcar de forma indelével o dia-a-dia do condutor que se sentasse ao volante.

Com um sorriso, a responsável pelas áreas de Comunicação e Marketing da Volvo Portugal explicou-nos que na sequência da matrícula surgiam os “nomes próprios” dos vários veículos dos carros destinados aos ensaios para a Imprensa, motivo pelo qual aquela unidade com as letras “OF” na matrícula tinha sido baptizada de Ofélia, uma brincadeira que, com o decorrer do ensaio, foi ganhando espaço e justificação.

Num modelo familiar, rapidamente adoptado pelas crianças lá de casa que questionaram de imediato se não podiam ficar com a Ofélia mais tempo, o toque de protecção maternal foi visível na forma como os mais pequenos foram acolhidos. Com o banco traseiro equipado com assentos capazes de serem elevados para transportar os mais pequenos sem se tornarem necessárias as tradicionais “cadeirinhas”, as crianças viram naquele pormenor a preocupação da Ofélia pelo seu bem-estar, um detalhe porventura de menor importância para os mais velhos mas que para o Diogo e a Maria, os dois utilizadores daqueles bancos com “elevadores”, foi visto como algo que lhes deu importância, pensado por quem se preocupou com as crianças dentro de um carro claramente vocacionado para o transporte da família.

Na unidade testada, o sistema multimédia com ecrans LCD incorporados nos encostos de cabeça, destinados a os passageiros do banco traseiro, foram a cereja no topo do bolo, um detalhe que só carimbou o “amor ao primeiro quilómetro” que os mais pequenos sentiram por esta Volvo XC70 D4, para eles, sem qualquer dúvida, a Ofélia. Refira-se que este sistema multimédia faz subir o valor final do veículo em mais 1983 euros, quantia que acaba por ser certamente justificada pelos sorrisos dos mais pequenos no final da primeira viagem.

VolvoXC70D4-02

Um motor capaz e solícito

Num modelo que desde o seu lançamento em 2008 a qualidade esteve sempre presente, escusando mesmo grandes actualizações, a Volvo acabou por introduzir algumas mudanças no respectivo visual, quer no exterior, quer no habitáculo, numa geração agora equipada com um novo motor e que foi apresentada pela primeira vez ao público no Salão Automóvel de Genebrade 2013.

Equipada com o novo motor D4 da Volvo, um bloco turbodiesel de quatro cilindros com a cilindrada de 1964 cc capaz e desenvolver a potencia de 181 cv às 4250 rpm, esta carrinha XC70 deu conta desde o início de ser generosa e capaz na resposta às solicitações do condutor, permitindo velocidade com força e garra na estrada, sempre acompanhada por uma sensação de segurança total, cumprindo sem qualquer hesitação ou sobressalto as ordens de uma direcção precisa e confortável, capaz de permitir uma condução agradável e jamais monótona ou aborrecida, sempre apoiada pela caixa Geartronic de oito velocidades.

VolvoXC70D4-12

Aos consumos anunciados pela marca, que vão dos 4,9 litros a cada 100 quilómetros em circuito combinado, até aos 5,6 litros para a mesma distância em circuito combinado, a nossa amiga Ofélia respondeu com qualquer coisa como 7,1 litros de média para várias centenas de quilómetros em cidade e em auto-estrada, um valor ainda assim bem agradável se pensarmos que estamos perante um modelo com quase 1800 quilos de peso e à beira de cinco metros de comprimento, capaz de permitir uma condução que facilmente nos coloca nos limites legais de velocidade, ou acima destes, mas sempre em toral segurança.

Não se pense no entanto que as dimensões mais avantajadas e a sua altura ao solo mais elevada possam penalizar a harmonia do seu design, isto porque a Ofélia apresentou-se desde o primeiro contacto com uma imagem cuidada e distinta, capaz de apaixonar o condutor mais distraído ou o mero observador que a olha à sua passagem, sem nunca passar despercebida.

Habitáculo de cinco estrelas

Com uma insonorização perfeita no habitáculo, a deixar dormir os mais pequenos lá atrás nas viagens de maior distância após um dia de aventura, mesmo por caminhos aparentemente menos cómodos mas sempre absorvidos por uma suspensão adequada, todos os quilómetros foram percorridos pela nossa amiga Ofélia com um prazer de condução assinalável para que se sentou ao volante, e sem qualquer cansaço para os demais passageiros, com todos a terem uma sensação elevada de conforto e segurança num habitáculo amplo e com espaço para tudo.

Alguns detalhes do interior chamam a atenção, como o painel digital com todas as informações apresentadas de forma correcta e precisa, a consola central com os comandos ao alcance de um toque, intuitiva e sem confusões. Depois, materiais de qualidade permitem a sensação de estarmos no melhor sofá lá de casa, quer a Ofélia esteja a “devorar” quilómetros de auto-estrada ou a permitir saborear caminhos mais aventureiros, onde a tracção dianteira se mostra capaz de enfrentar qualquer estradão, ou o caminho para uma praia mais deserta. Neste caso, aliás, é perfeitamente justificado o visual Cross Country de um modelo que nos deixou a vontade de experimentar a versão de tracção total.

VolvoXC70D4-06

Comprar ou não comprar...

No final do ensaio, era hora de levar de novo a Ofélia a casa, que o mesmo é dizer às instalações da Volvo Portugal, onde a deixámos com alguma tristeza, depois de uns dias em que pela bagageira desta carrinha passaram desde a bicicleta da Maria, ainda com as “rodinhas” para permitir o equilíbrio a uma menina de cinco anos, até aos skates e as pranchas do Diogo, um rapazinho a quem os 11 anos já lhe permitem  a exigência de um som agradável e requintado para as músicas que estão no top.

VolvoXC70D4-10

Com os bancos traseiros de rebatimento repartido, tudo a Ofélia transportou ao longo daqueles dias, integrando-se na família que tão bem serviu, ou não estivéssemos perante um modelos familiar. Antes das despedidas, o Diogo ainda lançou um desafio – “Oh pai, e se comprássemos a Ofélia!?” –, com a tranquilidade de uma criança para quem o valor financeiro ainda está longe de ser preocupação. Da nossa parte lá surgiu a explicação sobre a compra de um automóvel com um preço base de 50.853 euros, que por via do equipamento opcional sobe para os 54 mil euros no caso particular da “nossa” Ofélia.

Afinal, o objectivo dos dias passados em tão boa companhia visou apenas o conhecimento deste produto da Volvo, uma carrinha que surge num segmento para o qual o mercado tem outras propostas de valor financeiro mais ou menos elevado, com linhas de design mais ou menos arrojados, mas também capazes de merecer a consideração de quem procura uma aquisição de um veículo familiar. Além disso, se todos os ensaios terminassem em compras não haveria carteira de jornalista que aguentasse, mas aqui para nós que a Ofélia não nos ouve... vontade não faltou!

ensaio: Jorge Reis
fotos: JR/LusoMotores e Volvo

VolvoXC70D4-07VolvoXC70D4-05

http://youtu.be/4krGx9hEfXw

VolvoXC70D4-03VolvoXC70D4-11

VOLVO XC70 D4 FWD FICHA TÉCNICA
MOTOR 4 Cilindros turbodiesel
CILINDRADA 1964 cc
TRANSMISSÃO Geartronic 8V
TRAÇÃO Dianteira
PESO 1795 kg.
POTÊNCIA 181 CV / 4250 rpm
BINÁRIO 400 NM / 2500 rpm
0-100 KM/H 8,8 seg
VEL. MÁXIMA 210 km/h
CONSUMO 4,9 lt./ 100 km
PREÇO (unidade testada) 54.002€


Pin It