O LusoMotores já aqui o tinha garantido mas agora a confirmação chega pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) que, em comunicado, retira quaisquer dúvidas: “Está confirmado que Portugal vai receber, pelo segundo ano consecutivo, uma jornada do Campeonato do Mundo de F1 no Autódromo Internacional do Algarve. O 'Fórmula 1 Heineken Grande Prémio de Portugal' vai decorrer de 30 de Abril a 2 Maio.

“Este desfecho — acrescenta o mesmo comunicado — resulta de vários meses de negociações, que culminaram nesta decisão importante para o nosso país.”

Ni Amorim, o presidente da FPAK, ele que esteve amplamente envolvido em todo o processo, é hoje um homem “contente com o desfecho” daquelas negociações como explica: “Sempre dissemos que íamos fazer de tudo para conseguirmos ter novamente a F1 em Portugal. Foi um longo processo de articulação entre a FPAK, a Parkalgar e o Governo, para que se reunissem as condições necessárias.”

Para já ainda se desconhece se a prova poderá ter público, sendo que se isso acontecer a FPAK irá certamente querer garantir que não se repetem os erros da edição de 2020 quando a organização do GP de Portugal foi acusada de permitir ajuntamentos nas bancadas do Autódromo Internacional do Algarve, mesmo quando se vivia em Portugal, tal como agora, uma complicada crise pandémica pela Covid-19.

“Agora que o mais difícil está feito, é preciso assegurar que a prova se realiza com público. Este é um factor muito importante para a sustentabilidade financeira do evento, mas também da região do Algarve. Depois de 24 anos sem F1 a FPAK não poderia estar mais satisfeita com esta tomada de decisão que esperamos se prolongue no tempo.”

Pin It