A manutenção de uma boa vida de um qualquer veículo carece que controlo sempre a temperatura do respectivo motor, isto porque só um bom radiador garante o correto funcionamento do motor. Torna-se assim necessário que seja revisto o nível do líquido refrigerante pelo menos uma vez por ano ou a cada 20.000 quilómetros é fundamental na manutenção do radiador. Em termos práticos, a corrosão afecta diariamente a vida útil do radiador diminuindo o seu rendimento e a capacidade de dissipação do calor.

Tanto no Inverno como no Verão, o motor gera grande quantidade de calor, sendo necessário que, para impedir que esse calor danifique o motor, este seja mantida com um nível óptimo de temperatura para que o radiador cumpra essa função graças à correcta circulação do líquido refrigerante. Afinal, um bom radiador garante uma boa temperatura do motor.

Se a temperatura estiver abaixo do nível óptimo, o motor trabalha mal, não rende como deveria e contamina mais. Já se a temperatura estiver acima do que deveria, o motor sobreaquece o que pode provocar danos graves no motor. Um radiador em bom estado mantém a temperatura no seu nível óptimo.

Um radiador com muitos anos ou um radiador de baixa qualidade pode apresentar problemas de corrosão já que, embora o alumínio tenha uma grande resistência à água e ao ar a sua corrosão dá-se, entre outros factores, por efeito da salinização, da polução ou da humidade do mar em cidades costeiras. Esta corrosão afecta diretamente a vida útil do radiador tendo como resultado uma diminuição no rendimento já que diminui a capacidade de dissipação da temperatura. Isto põe em risco a vida útil do motor já que a temperatura de trabalho fica acima da recomendada e também pode produzir perfurações.

Para saber se o nosso radiador não está bom devemos observar se são percetíveis fugas provenientes do radiador, ou se devido a um embate este se deformou ou danificou. Também, se nota que o radiador do seu carro apresenta uma notável diferença térmica — uma parte está fria e outra quente —, ou se o motor do seu carro sobreaquece. Em caso de corrosão, poderá observar uma capa calcária e furos no metal.

Igualmente, qualquer radiador deve ter um mínimo de manutenção e entre as ações a realizar destacam-se: rever o nível do líquido refrigerante no radiador e encher, se necessário, o depósito com refrigerante. Não se deve usar água porque contém impurezas que se aderem às paredes do motor e pode causar corrosão. É recomendável fazer esta verificação pelo menos uma vez por mês. Além disso, há que ter em conta que o radiador deve ser analisado quando o motor está frio, e que a tampa do radiador deve estar limpa e sem fissuras.

Radiadores existem muitos no mercado, mas a Imprefil, consciente da sua importância para o correto funcionamento do veículo, oferece mais de 500 referências de radiadores e refrigeradores de alta qualidade para uma grande variedade de modelos. Além disso, e porque é conhecedora da importância que tem para as empresas fabricantes de radiadores contar com produtos de qualidade para poderem realizar um bom trabalho, a Imprefil põe à sua disposição uma ampla oferta de ferramentas altamente especializadas, nomeadamente:

  • Desgrampeador. Muito útil para não danificar o radiador quando se desmonta um depósito do mesmo.
  • Grampeador Plano. Com esta ferramenta consegue-se o correto aperto dos grampos do radiador ao depósito uma vez que este esteja montado.
  • Mordaça. Mantém uma pressão constante no depósito para que o grampeado do mesmo seja o correto.

Restará referir a propósito da Imprefil que se trata de uma empresa familiar fundada em 1979 por sócios provenientes do sector industrial, que funciona na forma jurídica de uma Sociedade Anónima, e que possui uma vasta experiência no setor dos componentes de filtragem e componentes térmicos para o setor automóvel e industrial. Nesta entidade trabalha uma equipa de profissionais altamente qualificados, especialistas neste mercado e com uma vasta experiência, o que permite aconselhar e oferecer constantes alternativas em produtos e serviços.

Pin It