Honda CRF1000L Africa Twin chega no final do anoA Honda divulgou mais informações, detalhes técnicos e fotografias da nova CRF1000L Africa Twin, que estará disponível em todos concessionários da marca japonesa na Europa no final de 2015 . Segundo o fabricante, tal como as suas antecessoras, a CRF1000L Africa Twin está totalmente equipada para partir à aventura, com um motor potente e uma ciclística dinâmica, pronta para atravessar continentes, tanto em estrada como fora dela.

De acordo com o comunicado divulgado pelo construtor nipónico, desde o início do projecto da CRF1000L Africa Twin que houve uma moto que sempre impressionou pelo seu fantástico equilíbrio entre capacidade de utilização, postura e maneabilidade, na estrada e em todo-o-terreno: a inovadora XRV750 Africa Twin. Foi este modelo que serviu de base de trabalho, mesmo considerando toda a diversidade de motos de aventura disponíveis actualmente. A moto que agora transporta este nome poderá não partilhar nenhum dos componentes do modelo antigo, mas seguramente carrega com ela toda a essência e o espírito que tornaram a XRV750 Africa Twin numa referência.

A abordagem “vai a todo o lado” começa no motor, que terá de ser versátil para utilização em todo-o-terreno, nas grandes tiradas de estrada e em todas as situações intermédias. A unidade de dois cilindros paralelos de 1.000cm³ da CRF1000L Africa Twin recebe inspiração nos motores de competição off-road da CRF250/450 e usa uma cabeça com o mesmo design Unicam de quatro válvulas, para dimensões gerais muito compactas. O conjunto de válvulas é accionado por uma árvores de cames fundida e de baixo peso e cada câmara de combustão possui duas velas para inflamarem a mistura ar/combustível.

Segundo a Honda, a entrega de potência e binário é forte e linear e oferece respostas instantâneas em toda a gama de rotação, acompanhadas de uma sonoridade gratificante, profunda e característica, que acompanha a subida da rotação. A cambota de 270° de fase coloca um carácter distinto na entrega de potência e oferece excelentes capacidades de tracção à roda traseira. Os veios de equilíbrio biaxiais cancelam as vibrações primárias.

Honda CRF1000L Africa Twin chega no final do ano

A reduzida altura do motor contribui para a excelente altura ao solo da CRF1000L Africa Twin, outro dos pré-requisitos de uma verdadeira moto de aventura. A disposição inteligente dos componentes também visa contribuir de forma positiva para a dinâmica e para o efeito estético. A bomba de água está alojada no cárter da embraiagem e, em conjunto com a bomba de óleo, é accionada por um veio de equilíbrio partilhado. O design do cárter de óleo do motor, que aloja a bomba de óleo alimentada sob pressão, permite obter maior redução das dimensões do motor.

A caixa manual de seis velocidades e peso reduzido usa o mesmo design de mudanças por excêntrico da CRF250R/450R, assegurando desta forma eficazes passagens da caixa, que está ainda equipada com uma embraiagem deslizante assistida.

A ciclística da CRF1000L Africa Twin teve três atributos principais como objectivos durante o desenvolvimento: a performance fora-de-estrada, o conforto em viagem e a agilidade para uma utilização diária, que a tornassem numa moto de excelente versatilidade geral ou numa opção fantástica para as deslocações diárias de casa para o trabalho e regresso.

O quadro de berço semi-duplo, em aço, foi concebido para oferecer o equilíbrio perfeito entre estabilidade a alta velocidade (também com carga total) e uma genuína identificação com o ambiente off road, em agilidade e robustez. A centralização de massas, com componentes tais como a bateria colocados atrás da cabeça do motor, contribui para o baixo centro de gravidade.

Honda CRF1000L Africa Twin chega no final do ano

A forquilha invertida Showa de longo curso oferece afinação total e possui duas pinças Nissin de quatro êmbolos e montagem radial, com discos ondulados flutuantes de 310 milímetros. O amortecedor traseiro Showa possui afinação hidráulica da pré-carga da mola. Tal como a CRF450R Rally, a CRF1000L Africa Twin usa jantes de raios com medida de 21 polegadas e pneu 90/90-21 à frente e 18 polegadas e pneu 150/70-18 atrás.

Dando continuidade ao tema de design “aventura sem limites – unlimited adventure”, o estilo da Africa Twin é minimalista, robusto e de baixo peso, num formato que protege o condutor dos elementos e oferece uma sensibilidade esguia e ágil. O farol duplo mantém a presença característica do modelo original e a altura do banco pode ser regulada em 20 milímetros, para 870 ou 850 milímetros. O depósito de combustível tem 18,8 litros de capacidade, o que, juntamente com a eficiência do motor, permite uma autonomia até 400 quilómetros.

Para que o sistema electrónico possa responder de forma eficaz a todas as situações de condução, tanto no alcatrão como fora-de-estrada, o sistema HSTC (Honda Selectable Torque Control – Controlo de Binário Seleccionável Honda) oferece três níveis de controlo e é possível desligar o sistema ABS da roda traseira. O sistema HSTC e o sistema ABS não estão disponíveis na versão base, sendo o sistema HSTC um equipamento de série nas versões com ABS e DCT

A CRF1000L Africa Twin vai estar disponível em três versões (STD, ABS e DCT) com preços a partir de 12.100 euros (IVA Incluído). Este valor não inclui despesas de documentação, preparação, IUC e eco valor dos pneus. Em termos de cores, estará disponível em quatro opções: CRF Rally, Tricolor, Cinza prata e Preto.

Honda CRF1000L Africa Twin chega no final do ano

Transmissão de Dupla Embraiagem para aventura

A CRF1000L Africa Twin vai estar disponível, como opção, com a Transmissão de Dupla Embraiagem (DCT) exclusiva da Honda, que, graças à utilização de cárteres comuns, permite manter a mesma largura da versão equipada com transmissão manual. Este sistema possui um modo manual normal, onde o condutor pode engrenar as mudanças através dos botões no punho esquerdo, e dois modos automáticos. O modo D oferece o melhor equilíbrio entre consumos reduzidos e conforto em viagem. Neste modelo, o modo S foi revisto para oferecer maior performance desportiva, com opção por três padrões de mudanças: S1, S2 e S3.

A versão DCT da CRF1000L Africa Twin também está totalmente preparada e equipada para ser usada em ambiente de aventura, com a funcionalidade off-road melhorada pelo interruptor G posicionado à direita do painel de instrumentos. Ao carregar neste interruptor em qualquer modo de condução melhora a tracção e o controlo da moto, factores da maior importância na condução fora-de-estrada, reduzindo a quantidade de deslizamento da embraiagem nas mudanças.    

O sistema DCT possui novas funcionalidades na forma de detecção da inclinação, através da qual o padrão das mudanças é adaptado em relação ao grau de inclinação, oferecendo o melhor controlo em todas as situações, de acordo com a Honda.

Honda CRF1000L Africa Twin chega no final do ano

Pin It