Honda DN-01Vista de lado a DN-01 da Honda faz lembrar aqueles veículos futuristas, que até há pouco tempo faziam parte dos filmes de ficção. Um olhar para a traseira, indica algumas alterações face à estética vigente. Na frente, e com alguma inspiração nas “super sport” o desenho é de tal forma afilado que acaba por ser desproporcionado face aos enormes espelhos retrovisores com pisca integrado. Da VFR, a DN-01 adoptou a configuração da roda traseira, que aloja do mesmo lado, a transmissão, a fixação da roda e o disco de travagem do sistema combinado CBS conjugado com o de anti-bloqueio ABS.

Triumph Sprint ST em movimento é uma moto com uma personalidade muito própria que prima pela diferençaDe acordo com a designação “Sprint ST” a Triumph apresenta uma moto, que facilmente deixa antever a respectiva vocação. E mesmo que não existam auto-estradas isentas de limites de velocidade, esta tricilíndrica concede diversas surpresas a quem se senta atrás do depósito. Uma das surpresas, está na forma como reage o motor… às ‘rotações’ do punho direito.

BMW GSAo atentarmos na gama GS da BMW damos conta de pormenores como o preço, bem como algumas características técnicas, que nos despertam a atenção, enquanto a imagem de marca e a panóplia de versões, aguçam o desejo, tornando esta gama bem distinta das propostas apresentadas pelos diferentes concorrentes no mercado.

Honda SH 300iEstreita na largura e ligeira na imagem, a SH 300 i faz parte de uma tipologia de “scooters” que não deixam antever o que realmente concedem! Uma das surpresas está nas acelerações conseguidas, e mesmo nas reprises, esta Honda não deixa de revelar alguma aptência para o tráfego em estrada, em percursos acidentados e sinuosos. No entanto e se pensarmos em condução em estrada, a inexistência de uma protecção aerodinâmica faz-se sentir, e por isso a Honda propõe o pára-brisas como opcional.

Piaggio MP3No caso da MP3, a expectativa era grande no tocante à condução. Com o peso a exceder ligeiramente os 200 quilogramas - o que significa mais 20 a 30 kg do que a generalidade das “scooter” de 250 cc - a MP3 da Piaggio tem uma engenhosa solução na frente, mediante a geometria de um paralelogramo formado por quatro braços em alumínio, que contribuem para uma parte do segredo, no equilíbrio estático desta três rodas. O que de facto permite que esta MP3 fique direita, dispensando quem conduz de colocar o pé no chão, é um bloqueio electro-hidráulico da atrás referida geometria da suspensão dianteira, que na maior parte dos casos, concede o comportamento dinâmico de uma duas rodas. Isto significa que no caso da MP3, a ciclística não perdeu qualidades dinâmicas, como fica comprovado mediante a inclinação lateral que pode chegar aos 40º.

BMW K 1200 GTFalar de sedução é abordar algo que tanto pode causar humildade, como enaltecer a mais nobre das vaidades. A arte da sedução pode dar resultados imprevisíveis, em especial para os amantes das duas rodas, e em particular para os que gostam da marca alemã BMW. E talvez seja esta a razão desta marca bávara propôr séries tão diferentes como as GS, R e K.

Triumph TigerA história da Triumph (1887) começou com as bicicletas fabricadas em Coventry, a cidade inglesa que nos finais de 1900 se começou a tornar no mais importante centro industrial em termos de construção automóvel. E mais ou menos pela mesma altura, a “lingerie” também começou a ser mais vulgarizada. No entanto, foi preciso esperar pelos anos 60 para que as referidas peças de roupa começassem a ter uma conotação mais sensual, e daí até à massificação foi um pulinho.